FIBROMIALGIA

A Fibromialgia é uma síndrome clínica crônica, que se manifesta com uma hipersensibilidade à dor, sem uma lesão definida no corpo. Além da dor, surgem sintomas como fadiga, distúrbios do sono, alterações de memória e concentração, de humor, formigamentos /dormências, dores de cabeça, tontura e manifestações gastrointestinais.

A patologia, ainda sem causa definida, tende a iniciar depois de eventos marcantes na vida de uma pessoa, como um trauma físico, psicológico ou mesmo uma infecção grave.

Dores intensas

Acomete mais mulheres que homens e costuma surgir entre os 30 e 55 anos.

A depressão é muito frequente na Fibromialgia, estando presente em até 50% dos pacientes. Ambas as condições atuam como um círculo vicioso. É importante ressaltar,no entanto, que uma parcela considerável destes pacientes não apresenta depressão,de forma que elas são condições clínicas diferentes.

 

Cerca de 70% dos pacientes com Fibromialgia referem que a doença afeta negativamente a sua vida sexual. Os familiares também sofrem neste convívio com os portadores da patologia, devido ao intenso estresse psicológico.

 

O diagnóstico da Fibromialgia é essencialmente clínico, mas podem ser pedidos exames que descartem doenças que se apresentam de forma semelhante a Fibromialgia. 


Ao examinar, o médico pode observar uma grande sensibilidade em locais específicos do corpo. Estes pontos são conhecidos como "tender points". Hoje não se valoriza muito a quantidade destes pontos, mas a sua presença ajuda no diagnóstico.

Quanto ao tratamento, seu objetivo encontra-se em alivio de dor, com restabelecimento emocional e consequentemente melhora da qualidade de vida.

Os anti-inflamatórios e os analgésicos simples não funcionam de forma eficaz, uma vez que não há dano tecidual e sim uma interpretação "exagerada" de estímulos nocivos por parte do cérebro.  Os  antidepressivos  e neuromoduladores atuam aumentando a quantidade de substancias que diminuem a dor, sendo por isso eficazes e utilizados no tratamento da Fibromialgia.


É muito importante que o paciente com Fibromialgia entenda que a atividade física regular , qualquer que seja ela, terá que ser mantida continuamente, uma vez que há melhora da dor, do humor e consequentemente da qualidade de vida.


Como já dito, é uma condição médica crônica, e pode durar para sempre. Entretanto, pode ser confortador saber que, embora não exista cura, ela não é uma doença progressiva, nunca é fatal e não causa deformidades ou incapacidade física.

CONSULTÓRIO

SHCSW lotes 3/4/5 - sala 255 - Centro Clínico Sudoeste , Brasília

(61) 3551-7078
(61) 99644-1818

Seg - Sex 
08:00 - 12:00
14:00 - 18:00
​​
Sábado
8:00 - 12:00 ​

© 2020 Espaço Serenitas. Criado por

44068_Zurc_150419 - branco.webp
whats.png