GOTA

A gota é uma forma de artrite que causa episódios súbitos e graves de dor, sensibilidade, rubor, calor e edema das articulações. Afeta qualquer articulação, sendo mais comum ser apenas 1 em cada vez e com freqüência inicia-se pela articulação maior do primeiro dedo do pé, quando chamamos de podagra.

 
Ela é causada por depósitos de cristais de ácido úrico na articulação. O ácido úrico é formado quando o organismo decompõe produtos de excreção denominados purinas. Quando esta é ingerida em excesso ou quando o rim reduz a capacidade de eliminar ácido úrico ocorre a HIPERURICEMIA (excesso de ácido úrico no sangue). Importante lembrar algumas pessoas têm hiperuricemia mas não têm gota.

Dores intensas

A gota pode ocorrer em qualquer idade, mas tipicamente afeta homens na faixa dos 40 a 50 anos.

A dieta e o excesso de bebida alcoólica tem certo papel nos episódios de gota, mas não constituem a causa principal desse transtorno.
 

A gota ocorre geralmente em três fases:


1- Crise aguda
        ⁃       Sinais inflamatórios na articulação, que em geral cessam de 5 a 10 dias
        ⁃       O primeiro ataque de gota ocorre freqüentemente à noite e pode ser desencadeado por ingestão excessiva de álcool, traumatismos articulares, cirurgias, quimioterapia.


2- Período intercrítico:
        ⁃       Um período sem sintoma algum que tem duração variável, mas que necessita de medicações como forma de prevenir novos episódios dolorosos.


3- Gota tofácea crônica: 
        ⁃       Após alguns anos sem tratamento, pode haver formação dos Tofos: acúmulo de cristais na articulação ou em algumas cartilagens (orelha, por exemplo) que dão aspecto de caroços debaixo da pele. 

 


O diagnóstico é baseado na descrição de sintomas e exame físico, além de determinar os níveis de ácido úrico sanguíneo e urinário.
Pode-se ainda coletar líquido de uma articulação suspeita de estar afetada pela gota e pesquisar através do microscópio a presença de cristais de ácido úrico nesse líquido. 


O tratamento depende da fase da Gota na qual o paciente está inserido:


1- MEDICAÇÕES PARA EPISÓDIOS AGUDOS
        ⁃       A colchicina vem sendo usada no tratamento da gota há séculos. Ela alivia sintomas dos episódios agudos e, de preferência, deve ser iniciada nas primeiras horas de dor. 
        ⁃       Para evitar episódios futuros, pode ser necessário continuar tomando uma pequena dose de colchicina no período intercrítico. 
        ⁃       Utilizam-se ainda os anti-inflamatórios não-esteroides (AINHs) e corticosteroides via oral ou injetados diretamente numa articulação inflamada.


2- MEDICAÇÕES PARA O CONTROLE DOS NÍVEIS DE ÁCIDO ÚRICO: 
        ⁃       Alopurinol x Benzobromarona 
       

São utilizadas no tratamento, na prevenção dos tofos e na prevenção de futuros episódios, mas não aliviam a dor e a inflamação de um episódio agudo.

 


O tratamento apropriado deve ser aplicado desde a primeira crise de artrite e pode ajudar a evitar novos episódios agudos e lesão articular a longo prazo.

PROCURE NOSSOS ESPECIALISTAS PARA UM MELHOR DIAGNÓSTICO 

CONSULTÓRIO

SHCSW lotes 3/4/5 - sala 255 - Centro Clínico Sudoeste , Brasília

(61) 3551-7078
(61) 99644-1818

Seg - Sex 
08:00 - 12:00
14:00 - 18:00
​​
Sábado
8:00 - 12:00 ​

© 2020 Espaço Serenitas. Criado por

44068_Zurc_150419 - branco.webp
whats.png